Link do meu blog de Arts digitais, venha me fazer uma visita!

domingo, 3 de julho de 2016

E hoje...

   Diferente da maioria dos amantes dos contos, diários, anotações e pensamentos, eu escrevo mais quando estou de bem comigo mesma, lendo agora um depoimento que escrevi a pedido de uma amiga me deu uma vontade imensa de vir ficar um pouco no meu cantinho...


Hoje o tempo passou por mim com muita pressa
me atropelou e me deixou magoada no chão...
Hoje as caixas foram poucas para arrumar tantos
sonhos que ficaram pelo caminho...
Hoje senti vontade de voar, de sorrir e de gritar
para desabafar esse mal estar que me ficou por dentro...
Hoje a faxina foi pesada, joguei fora as coisas entulhadas
que haviam guardadas no fundo do meu coração...
Hoje dei bom dia pra vida sem pensar nas feridas 
que foram causadas pela ilusão...
Ilusão que algum dia eu mudaria e aprenderia
lidar com as mentiras que me eram contadas...
Mentiras que não doíam, que não feriam enquanto
eu me fazia de cega...
Hoje o mundo girou e eu percebi que estou no mesmo lugar...
Hoje pensei em cada momento que esse mesmo tempo
voltaria para me buscar...
Hoje não fui menina, não fui traquina, só fui mulher...
Hoje  libertei o grito que estava preso no sorriso 
indefeso que com inocência eu dei...
O hoje não vai voltar, assim como eu não irei recuar
e amanhã ficará por conta do talvez....

Parece um  grito magoado mas não é, talvez seja só aquelas coisas que ficam no subconsciente, sabe aquelas coisas que agente não pensa, não fala e pensa que esqueceu? Pois! é isso...



Sempre em frente

A felicidade não está em alguém, está na capacidade que cada um tem de encarar a vida, estou feliz, cheia de planos e apaixonada pela vida...❤
Pensei durante anos que a fase de me olhar no espelho e me achar linda tinha ficado junto com os meus 21 anos mas me sinto bonita de novo, uma beleza mais vivida, mais agressiva e forte, hoje em dia tenho coragem de fazer oque quero sem me preocupar com os outros, sou livre e pronta para viver coisas novas...

terça-feira, 10 de maio de 2016

...

Hoje eu preciso ir abaixo... amanhã é outro dia mas hoje eu preciso bater no fundo de novo, preciso ganhar impulso para subir...

Hoje...

No fundo continuo sendo a mesma menina que tem medo de sonhar...
Aquela que não nasceu pra voar, mesmo que eu insista minhas asas não conseguem me tirar do chão, infelizmente foram magoadas muito cedo e desde então não sinto o vento passar pelo meu rosto.
Mesmo que a magoa passe e a dor já não grite dentro de mim jamais volterei a sonhar como antes, pois há um tempo pra tudo e o tempo dos sonhos mais lindos já passou e não volta mais...
Hoje só a minha vontade de seguir em frente me sustenta, é só um mal dia, vai passar eu sei... sempre passa e se não passar eu finjo que passou, não sou assim mas as vezes é preciso para não magoar quem não merece...

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Um tempo pra mim

Ultimamente ando a lutar tão constatemente contra as minhas confusões internas que não me resta forças para lutar por mais ninguém...
Tô cansada de brincar de faz de conta, quero paz e a unica forma de conseguir isso é estar sozinha, colocar a cabeça em ordem e tentar curar meu coração machucado...

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Sobre ontem...

Ontem acordei de manha e tinha dois pés esquerdos, e logo depois de me levantar enfiei os dois na jaca rsrsrsrsrsrs... aquele dia de caca!
Foi tão dificil sair pra vida ontem, minha vontade era de ficar o dia na cama só não o fiz porque sei que meu marido entraria em panico de novo por medo de eu ter uma nova recaida que cai entre nós, eu não descarto, mas a vida seguiu, eu me levantei, tomei banho e arrumei a minha juba loira que até estava fácil pelo menos isso...
Fomos para a academia e no corredor bem perto da porta do vestiario começa a tocar o ultimo lançamento da Beyoncé kkkkkkkk... não resisti, tive que dar uma palhinha do meu show, uma moça saiu do vestiario bem nessa hora, o Marco de frente pra mim acenava fazendo sinais e eu só fui perceber quando ela passou por mim dando gargalhadas, isso foi o suficiente pra passar o resto do dia lembrando da cena e rindo comigo mesma, depois dos treinos correria total, fomos ao mercado comprar ingrediente para torta de frango, passei o tempo todo cantando uma musica da MAIARA E MARAISA, as pessoas ficavam possessas comigo, principalmente as velhinhas kkkkkkkk....
Enfim.... quando você ver uma doida dançando beyonce nos corredores do ginásio  ou cantando sertanejo em meio as compras não ligue, se você souber a musica canta com ela também... ela só está tentando ser leve em um dia de caca...

Sou assim

Quem me vê pensa que sou serena, calma ou pelo menos costumava ser assim antes de ser dada como louca rsrsrsrsrs... mas a verdade é que sou como o mar, não paro com minhas ondas apenas, as-acalmo, mas estão em constante movimento, as vezes fortes e quebradiças e outras calmas e serenas... acho que a maioria da humanidade é assim...

terça-feira, 3 de maio de 2016

Há coisas que não mudam

Minhas inseguranças e medos ainda estão aqui eu apenas não deixo mais que se tornem maiores doque minha auto-confiança...

Vai ser assim...

Vou passar pela vida deixando um leve perfume doce no ar e um breve vulto do meu vestido esvoaçante...

E quando meu mundo caiu


Na verdade os meus anjos não tem e nunca vão ter a noção do quanto me ajudaram, dizem que ninguém entra na vida da gente por acaso e hoje tenho certeza disso...
Quando minha família se afastou, me deixando sozinha, completamente perdida e confusa, Deus cruzou os destinos desses quatro anjos ao meu... 
O primeiro entrou na minha vida e não permaneceu, enquanto esteve presente foi oque entre eles conseguiu cortar o casulo em que estava escondida, ele não sabe mas é responsável pela mulher segura que brotou daquela menina que já nem se lembrava oque era ser mulher...
O segundo, uma leoa que me defendeu como se eu fosse uma das suas crias, uma mãe, amiga e protetora...
A terceira, doce, pequena e serena, me trouxe calma, esteve do meu lado segurando a minha mãe, me ouviu, me acolheu e confiou em mim mesmo quando o meu sangue não acreditou nas minhas capacidades...
a quarta, um furacão, menina vestida de mulher, me ensinou a me vestir, me maquilhar e principalmente a encontrar  o brilho que nem sonhava ainda existir...
Contudo que me derrubou ao chão, esses quatro me sustentaram até que eu conseguisse andar novamente sozinha...  


...

Queria estar me sentindo sozinha agora, isso seria o sinal de que você estava realmente comigo...
Estou cansada novamente mas não vou me deixar cair, sinto que preciso correr contra o tempo, tenho muito a fazer... preciso ser feliz❤❤❤

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Parei de me importar

Depois que pousei o peso que estava sobre os meus ombros percebi oquanto  a vida pode ser leve, aprendi a lidar com minhas fraquezas e a evitar pessoas que não acrescetam nada de bom a minha história...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Angela Arts digitais. Com tecnologia do Blogger.